Você sabia que os ônibus de São Paulo desaparecem à luz do dia? Mais de 1 bilhão de viagens em uma década sumiram! A situação é absurda e deixa na mão quem mais precisa. Pressione agora o prefeito a devolver as linhas de ônibus para a população!



PRESSIONE AQUI

Parece mágica. De 2013 até 2023, São Paulo perdeu mais de 1 bilhão de viagens.
O resultado são ônibus lotados, longa espera e frustração em um trânsito ainda mais caótico.
A rede de ônibus encolheu, mas o prefeito Ricardo Nunes parece mais preocupado em reasfaltar a cidade inteira, quebrando e recapeando até ruas e avenidas que não precisam de reparos. Em uma inversão de valores, sobram recursos para asfalto, mas falta para o transporte coletivo.

 

No mesmo ritmo que pavimenta bairros ricos e avenidas nas áreas centrais, a atual gestão corta ônibus que ligam o Centro à periferia. As regiões mais afetadas, de acordo com dados obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação, são as Zonas Leste e Norte com reduções de 20% na média. As linhas de ônibus que conectam essas áreas transportam cada vez menos gente. Há reduções de até 66% nas linhas noturnas. A diferença é alarmante e você pode ver na ferramenta que desenvolvemos em nosso site. 



Investir em transporte público coletivo é do interesse de todos, até de quem anda de carro, mas a realidade é que São Paulo vem trilhando o caminho do caos urbano há anos e, com o colapso das redes de ônibus, o trânsito só vai piorar. Não adianta torrar bilhões em expansão viária, construção de pontes, túneis, rodoanéis e alargamento de avenidas, e priorizar o recapeamento, sem olhar para como a maioria da população se desloca.

 

Agora, é o momento de pressionar nosso ilusionista municipal! Vamos lotar a caixa de e-mails do prefeito Ricardo Nunes e exigir que o atendimento seja, no mínimo, no mesmo padrão de 2019, com a retomada de todas as viagens e a garantia de que o número de ônibus circulando volte ao normal. Preencha o formulário ao lado e envie sua pressão: Devolve Nosso Busão, Nunes!

Pressione o prefeito Ricardo Nunes

Quem você vai pressionar? (3 alvos)

  • Prefeito Ricardo Nunes

    prefeito@prefeitura.sp.gov.br

  • Prefeitura de São Paulo

    prefeitura@prefeitura.sp.gov.br

  • Prefeitura de São Paulo

    chgprefeito@prefeitura.sp.gov.br

              Ao inserir seus dados, você concorda em ter seus dados compartilhados com os organizadores dessa página e aceita receber emails de atualização, conforme descrito na política de privacidade. Você pode cancelar o recebimento desses e-mails a qualquer momento.

              2388 Querem busões de volta em São Paulo

              Veja sua linha

              No campo de busca à esquerda, digite o nome ou número da sua linha de ônibus e aguarde os resultados aparecerem. Em seguida, clique no ícone dos ônibus correspondente à sua linha. Ao fazer isso, você poderá observar as informações exibidas e verificar o quanto as viagens na sua linha diminuíram.

              TRUQUES DE NUNES

              Ônibus Invisível

              Desde 2013, São Paulo testemunhou a evaporação de mais de 1 bilhão de viagens de ônibus. Em 2023, as viagens realizadas de ônibus em São Paulo caíram para um nível inferior ao de 2019. As regiões mais afetadas são as zonas leste e sul, com linhas de ônibus reduzindo suas viagens em até 66%.

              Peça seu busão de volta aqui

              Subsídio Infinito

              A prefeitura planeja desembolsar R$ 7,4 bilhões em subsídios para as empresas de ônibus em 2023. Em 2022, foram mais de R$ 5,1 bilhões nas mão dos empresários, um aumento de 50% em relação a 2021. Sem o subsídio, a tarifa seria de R$ 10,45, segundo a SPTrans.

              Viagens fantasmas

              A cidade regrediu. Em 2023, o número de viagens realizadas de ônibus em São Paulo diminuiu 22% em relação a 2019. Enquanto os gastos com subsídios só aumentam, as redes ficam cada vez menores e o atendimento só piora. Essa conta não fecha! Isso sem falar na passagem que em 2013 era R$ 3,00 e hoje é R$ 4,40. Para onde está indo todo esse dinheiro, senhor prefeito?

              Asfalto Saindo da Cartola

              Enquanto as viagens de ônibus desaparecem, o foco da prefeitura parece ser o investimento em asfalto e infraestrutura viária, 220 milhões desviados de várias estruturas para priorizar asfalto. A cidade tem priorizado veículos privados em detrimento do transporte público, com investimentos em expansão viária, construção de pontes, túneis, rodoanéis e alargamento de avenidas

              IMPACTOS DOS CORTES

              O Instituto de Defesa do Consumidor (IDEC) solicitou dados sobre os cortes de linha, via Lei de Acesso à Informação.
              O resultado desse levantamento é surreal, sobretudo nas periferias. Confira:

              QUEM ASSINA